Atos 3:1 - A Oração

Tema: A ORAÇÃO NA HORA NONA

"E Pedro e João subiam juntos ao templo à hora da oração, a nona."

Atos 3:1

INTRODUÇÃO

Aquele era um compromisso de Pedro e João, de estarem na casa do Senhor a hora nona (15hs no nosso horário). Podemos fazer um paralelo conosco em que temos o mesmo compromisso as quintas-feiras. A oração na quinta-feira. Assim como o Espírito Santo operou naquela ocasião, certamente operará esta noite também.

Atos 9:39-40 - O quarto alto

oracao de pedroO QUARTO ALTO

", e todas as viúvas o rodearam, chorando e mostrando as túnicas e roupas que Dorcas fizera quando estava com elas.

Mas Pedro, fazendo sair a todos, pôs-se de joelhos e orou: e, voltando-se para o corpo, disse: Tabita, levanta-te. E ela abriu os olhos, e, vendo a Pedro, assentou-se."

Atos 9:39-40

INTRODUÇÃO

Vemos nesse texto que, mais uma vez, a oração foi o único recurso encontrado para atender ao que o homem precisa. A situação? MORTE. Nenhuma situação que chegamos hoje na igreja é pior que esta. Não havia solução racional.

A Essência da Pregação - Atos 26:13-15

pregacao.jpgA ESSÊNCIA DA PREGAÇÃO

"Ao meio-dia, ó rei, vi no caminho uma luz do céu, que excedia o esplendor do sol, cuja claridade me envolveu a mim e aos que iam comigo. E, caindo nós todos por terra, ouvi uma voz que me falava, e em língua hebraica dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Dura coisa te é recalcitrar contra os aguilhões. E disse eu: Quem és, Senhor? E ele respondeu: Eu sou Jesus, a quem tu persegues;"

Atos 26:13-15

Atos 16: 25 - A vigília da meia-noite

A vigília da meia-noite

Atos 16: 25  - E, perto da meia noite, Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus, e os outros presos os escutavam.

Era quase meia noite, mas naquela cadeia ninguém dormiu aquele dia. Não haveria nada de anormal se a bíblia registrasse "e perto da meia noite Paulo e Silas descansavam".

Afinal, além de trabalhadores assíduos eles estavam completamente exaustos. Basta uma análise dos versos desse capítulo 16: viagem missionária em várias cidades, falsas acusações, vestidos rasgados, julgamento injusto, açoites e varadas, tratamento como criminosos de alta periculosidade (os magistrados mandaram que fossem presos em local bem seguro, para evitar fuga), vergões por todo o corpo, exposição pública...

O Homem chamado Barnabé - Atos 4:32-37

O Homem chamado Barnabé

Texto: (At.4:32-37)

Introdução:

Na história do Novo Testamento, vários líderes da igreja se destacam, mas um em especial chama a atenção: Barnabé. Seu nome inicial era José (O Senhor Acrescenta), mas recebeu dos discípulos um apelido que foi agregado ao seu nome: Barnabé (Filho da Consolação). Era levita e, por isso não tinha herança de terras, provavelmente a herdade que vendeu era de sua esposa (Num.35:6). Tinha lindas qualidades intrínsecas ao seu caráter cristão que nos trazem importantes lições:

1. MESMO QUE NINGUÉM ESTEJA FAZENDO, FAÇA, OUTROS TE SEGUIRÃO

Barnabé não esperava que alguém fizesse ou o mandasse fazer, ele tinha iniciativa.

Ele vendeu uma herdade, e trouxe todo o dinheiro. Despertou assim nas pessoas o desejo de também contribuir (At.5)

O NAUFRÁGIO DE PAULO - Atos 27: 41-44

O NAUFRÁGIO DE PAULOnaufragio

 Atos 27: 41-44

Tema:  A Obra do Espírito nos leva a um porto seguro

1) INTRODUÇÃO

41. Dando, porém, num lugar de dois mares, encalharam ali o navio; e, fixa a proa, ficou imóvel, mas a popa  abria-se com a força das ondas.

Há momentos na vida do homem em  que ele precisa tomar uma  decisão.  O lugar de dois mares fala desse momento, uma necessidade  de se escolher entre servir ao Senhor  ou a esse mundo.  Enquanto o senhor quer nos abençoar, o adversário quer nos prender a este mundo (fixa a proa) e nos destruir, tirando nossa bênção (popa abrir-se com a força das ondas).